IMPORTANTE: Revolução na UBI!!!

by

INSCRIÇÕES em 2009/10
Regime de precedências e de transição de ano curricular
(Artigo 24º das Regras Gerais de Avaliação de conhecimentos)

1 – A aprovação em todas as unidades curriculares de um determinado ano curricular em 2008/09 é requisito para os estudantes poderem efectuar a inscrição em unidades curriculares do ano curricular seguinte.
2 – O número de unidades de crédito em que um estudante se pode inscrever no ano lectivo é de 60 unidades de crédito. Nos cursos em que existam unidades curriculares optativas com diferentes unidades de crédito pode haver uma tolerância até mais 3 unidades de crédito.
2.1 – É facultada a repetição de inscrição, por uma só vez no ano lectivo seguinte, para efeitos de melhoria de classificação final, em unidades curriculares nas quais o estudante já obteve aprovação em regular funcionamento, com recurso a unidades de crédito disponíveis, à excepção dos casos que determinam a conclusão de um ciclo de estudos.
2.2 – A classificação final a considerar é a melhor das obtidas nas escalas 10-20, sendo em caso de igualdade considerada a primeira aprovação na unidade curricular.”

informação retirada do balcão virtual

468ubi_aniversario_2008

A morte do ensino superior em Portugal! Foi publicado nos últimos dias no Balcão Virtual dos serviços académicos da UBI, a informação de que será posto em prática o último processo de adaptação ao regime de Bolonha. Todos os alunos, no ano lectivo de 09/10 não se poderão inscrever em cadeiras de anos diferentes, ou seja na pratica se deixas-te uma cadeira do primeiro ano por fazer, então prepara-te pois para o ano terás de te matricular no primeiro ano e só poderás frequentar cadeiras do mesmo. Poderás ainda te inscreveres em cadeiras de outros anos mas só como aluno externo e não do teu curso ou seja, terás de procurar cadeiras de outro curso que dêem equivalência à cadeira que pretendes fazer. Por exemplo: Um aluno está no primeiro ano e deixou uma cadeira para trás, para se inscrever a matemática do segundo ano terá que procurar noutro curso, uma cadeira que de equivalência e matricular-se nela como aluno externo. Além dos quase mil euros que paga como propinas para andar no primeiro ano, para fazer as cadeiras que não conseguiu fazer , sejam elas quantas forem,  terá que pagar mais um extra para se inscrever noutras cadeiras que deseje ir fazendo. Isto porque andar cá um ano por três cadeiras não é agradável…… A gravidade disto impõe-se no seguinte: Quantas pessoas terão capacidade de suportar esses gastos financeiros? O número de desistências será enorme, haverão vidas e sonhos estragados… Tem-se conseguido adiar esta transformação de Bolonha o mais possível mas pelos vistos chegou o dia de fazeres algo por ti pelo teu futuro, age e manifesta-te!!!Em Espanha os nosso irmãos estão a agir. Vamos ser mais uma vez a cauda da Europa.  Vê a noticia -> AQUI!!!

ACTUALIZAÇÃO AQUI!!!

Etiquetas: , , , ,

85 Respostas to “IMPORTANTE: Revolução na UBI!!!”

  1. Micael Says:

    esta na altura de agirmos, nos que temos cadeiras com índices de reprovação de quase 80% não pode ser só nossa culpa, vamos andar aqui por uma ou duas cadeiras é? e que não é só as propinas é alimentação é alojamento e muito mais assim e difícil… seremos para sempre um pais de incultos porque muitos vão desistir de estudar, e outro ate de vir para a universidade e agora????

  2. Tiago Says:

    Ainda sou novo para deixar de estudar… E como eu, montes e montes de boa gente! Bora lá lutar por aquilo que nos interessa! Não deixemos que a má fase da AAUBI devido a demissão do presidente deixe esquecer o assunto…

  3. Joao Says:

    esta na hora de tomar atitudes! que tal reunir 100, 200 ou 300 alunos e fazer fila nos academicos, todos com a mesmo ideia… um a um pediriamos informacoes acerca de transferencia de universidades ou ate o proprio boletim… claro que seria apenas um bluff, mas tornariamos os academicos caoticos e o reitor tremeria com tantas hipoteses de transferencia… apenas uma ideia!

  4. Fábio Says:

    Acho ha melhores formas da UBI ter mais alunos, em vez de querem manter cá os alunos antigos podiam abrir mais vagas. 🙂
    Se bem que com alunos só com uma, ou duas cadeira anuais o tinente só fica a ganhar. O sonho de qualquer estudante é ter que passar uns anos só com uma cadeira, e arrumar produtos nas prateleiras de um supermercado. O desemprego é grande a UBI só quer que os seus licenciados saiam quando o mercado de trabalho estiver mais aliviado… daqui por 20 anos talvez. Enquanto isso mete os seus alunos a fazer estágios, em lojas e supermercados.
    lol

  5. Thea Says:

    Há um forma de poderes frequentar cadeiras de anos distintos: compra-las por extenção (97 euros cada uma)

  6. Thea Says:

    Uma coisa que acho que não estão a perceber relativamente a este assunto é que esta é a última fase do tratado de bolonha, pouco ou nada a AAUBI vai poder fazer a respeito de tal assunto visto que o Tratado de Bolonha foi aprovado. Foi dado um periodo de adaptação até 2010, portanto no próximo ano lectivo Bolonha tem que estar a funcionar a 100%.
    A questão que a meu ver deve ser abordada é que se em 2010 todas as universidades têm que estar a funcionar conforme Bolonha, será que todas vão ter estes critérios?

  7. Micael Says:

    acho k as pessoas já sabem k e mais uma adaptação a Bolonha, na altura certa não se fez nada, há países neste momento a porem em causa Bolonha em Espanha como diz na noticia vão fazer greves e opor se contra este atentado que se esta a cometer debaixo dos nossos olhos, ya podemos pagar mais 96 por cadeira só 96, pois eu deixei uma cadeira só vou pagar mais 96 euros por as outras nove k vou kerer fazer ne e simples, eu ate vou ganhar o euro milhões hoje e tudo…. isto tem sido um total fracasso, as pessoas mais k nunca saem da universidade mal preparadas há cada vez menos empregos Bolonha não foi bom para ninguém será que temos mesmo de sucumbir a isso, ou devemos fazer com os nossos vizinhos ali do lado e não so, e a nível nacional começar a agirmos…

  8. Tiago Says:

    pois é malta, lembram-se da ultima parte do discurso da latada de E.I. no ano 06/07??
    nos avisamos…

    Está na hora, está na hora
    de bolonha se ir embora
    isto agora são 3 anos
    mas so saimos em 1000 anos

    tinha informática, lugar priviligiado
    chegou bolonha, ficou tudo tramado
    se fosse outra coisa não me importava
    mas foi a minha vidinha que ficou lixada

  9. Rita Says:

    Epa, só temos uma coisa a fazer, alertar a AAUBI, para que eles possam tomar uma decisao e nós colaborarmos com ela!

  10. Micael Says:

    Rita isso ja foi feito, a AAUBI esta a trabalhar nisso, o problema e a falata de conhecimento das pessoas sobre este assunto nem todos foram ainda ao balcao virtual dos serviços academicos nem todos desp+ertaram ainda para a situçao, os k ca esavam antes de nos limitaram se a lutar para safar a pele deles, agora nos cai nos a meio do ano lectivo uma bomba destas em cima.. e parece tar tudo a dormir nao acreditam ou nao entendem nao leem la se nao fizermos uma cadeira para o ano temos de nos inscrever outra vez nesse ano e so podemos fazer essa cadeira alem do dinheiro gasto so por uam cadeira e um ano das nosas vidas k vai embora, e passar a palvra noutras universidades ja se fala do assunto e esta tudo isso nao pode ser e impossivel e nao sei ke mas como diz na noticia esta la, vejam esta aki e nao e para daki a 4 anos nem dpois lgo se ve vai ser ja para o ano…

  11. adriana Says:

    acho que nao podemos so estar a espera que a AAUBI tome uma atitude! isto é de interesse geral, temos que ser nos a tomar a iniciativa! juntar-nos na Universidade e fazer um protesto. claro que com a ajuda da AAUBI e sempre bom, mas temos que tomar uma atitude e rapidamente!

  12. Pedro Says:

    Mas ao tomar uma atitude para avançar, também temos de ter a certeza de que vamos avançar de forma bem convincente, de modo a demonstrar a nossa indignação,mas primeiro vamos ver qual será a atitude da AAUBI na próxima semana….depois veremos como agir

  13. Tiago Says:

    Pelo que sei as cadeiras para alunos externos já não são 90 e tal euros… Ouvi falar em 360… Estou certo?

  14. Thea Says:

    A AAUBI pouco ou nada pode fazer perante este assunto. Esta é uma lei de bolonha e portanto tem que ser aplicada.
    Agora corresponde a cada um preocupar-se em ir aos serviços académicos e ir consultando o site dos mesmos para obter informações (a ida aos serviços académicos também inclui falar pessoalmente com o Dr. Melo).

    Os alunos com uma matricula corrente na UBI podem comprar por estensão cadeiras de outros cursos por 97 euros. Os alunos externos (alunos sem nenhuma matricula corrente na UBI) podem increver-se a cadeiras como externos a 60 euros o crédito. No nosso caso, visto todas as cadeiras teram 6 crédito, 360 euros cada uma.

    Um aluno que é vitima do regime de precedêcias é um aluno com uma matricula corrente na UBI e paga uma propina por essa matricula pelo que poderá procurar noutro curso cadeiras com o mesmo conteudo curricular das suas e pagará por essas cadeiras 97 euros (só pagará 60 euros por crédito se estiver prescrito). NÃO SE PODEM FAZER POR EXTENÇÃO UNIDADES CURRICULARES DO PRÓPRIO CURSO. Engenharia informática sempre pode ir buscar muitas cadeiras a TSI, e vice-versa.

    Qualquer dúvida disponham 😀

  15. adriana Says:

    e arquitectura? projecto? onde vamos buscar equivalencia?

    e geometria? já nos anos anteriores nao nos deram equivalenvia. vamos estar a pagar uma cadeira para depois mais tarde o professor nao nos dar equivalencia! nao podemos andar assim!!

  16. Thea Says:

    O risco de não te darem equivalência é um risco que sempre se correu e o problema do projecto não é só com arquitectura, é com todos os cursos.

    Porque é que não escrevem uma carta ao reitor a pedir que este ano seja contado como o ano zero e que só os caloiros do próximo ano tenham que seguir essa regra?
    Já há cursos a fazê-lo.

  17. Micael Says:

    isso já esta a ser negociado , pelo k percebi vai se pedir isso mesmo que a implementação seja progressiva, eu só gostava de saber ter a certeza porque e k esta noticia so saiu aki, falei ontem com um colega meu de Bragança e la o k se fala e que kem nao tiver matematica1 nao se pode inscrever a dois… se la for realmente assim porque aki tem de ser diferente???

  18. Bolonha tenta matar novamente o Ensino superior « ..::§Final Encounter§::… Says:

    […] anterior estejam concluidas. Saiba mais sobre este assunto, e participe na discução aqui >> > iDi@s < INSCRIÇÕES em 2009/10 Regime de precedências e de transição de ano curricular (Artigo 24º […]

  19. Thea Says:

    Já havia em Portugal universidades que aplicavam as precedências, e aplicavam-nas como o Micael disse mas, pelo que sei, isso não é o que está previsto com Bolonha.
    As universidades que aplicavam o modelo referido para Bragança são universidades que apresentam dois momentos de matricula, pois no inicio do segundo semestre é necessário fazer um acerto à matricula, porquê? Porque se não fizes-te análise matemática I no primeiro semestre voltarás a frequênta-la no segundo. Para isso é necessário um dado número de professores e instalações… que não me parece que a UBI tenha…

  20. Canilho Says:

    Eu considero estas novas regras uma autêntica palhaçada.

    A história da transferência soa-me cada vez melhor caso possa ser prejudicado de alguma forma no meu percurso académico.

    Ou alguém toma medidas, ou das duas uma, ou a UBI fica sem alunos, porque grande parte vai pedir transferência, ou os alunos não conseguem suportar os custos e saem da UBI.

    Parabéns Bolonha.

  21. Micael Says:

    em 2004 fez uma greve para combater o aumento das propinas para 700 euros, o k na altura e ainda hoje e um autentico dispara te para esta universidade do interior sabem kuantas pessoas apareceram na greve pois é apareceram 10, ora e normal k tanto nucleos e associações se desiludam constantemente com os alunos desta universidade cm ja referido no blog mafia da cova, em 2006 knd foi a altura de nos manisfestarmos pelos vistos preocuparam se com interesses individuais e nao da universidade agora estamos todos a sofrer consekuencias disso, nao vale a pena mudar em principio em todo o pais sera assim, pelo k me estou a aperceber cabe nos a nos departamento de informatica agir pois temos cadeiras com indices de reprovaçao enormes e professores com kualidade de ensino como todos sabem bem abaixo do aceitavel, temos de melhorar o regime de ensino em vez de festas e jantares agirem… e se partir deste departamento tomar uma postura perante a universidade mesmo sem o apoio da AAUBI k seja pois nos mais k todos somos muito afectados

  22. Ivo Says:

    afinal que documento é esse que aparece ai citado?

  23. Micael Says:

    e o documento que fui publicado nos academicos no balcao virtual, se ainda nao foram la ver vao…

  24. Tiago Says:

    Meus Senhores:
    “A intenção da AAUBI é apresentar o maior numero de casos concretos de alunos que podem não terminar o curso e outras situações por causa deste regulamento.
    Ontem houve uma reunião com ppl de Inf, com a Ana Rei da AAUBI e onde tambem estive presente.
    Proponho que escrevam uma carta dirigida ao reitor e que entreguem ao ninf( penso que foi a carolina que ficou responsavel por este processo) para a aaubi conseguir coordenar com todos os nucleos a suspensao deste regulamento para os alunos que estao neste momento e aplica-lo nos proximos caloiros. Eu ja tenho a minha. E so assinar e entregar a carolina.” by Rui Travassos in ninf.ubi.pt

    Por isso já sabem, toca a escrever uma cartinha para o reitor. Nao custa nada! Vamos levar isto em frente..

  25. Tiago Says:

    Pois, aí está.. No nosso caso (caso hajam equivalências) visto que todas as cadeiras têm 6 créditos isso dá 360 euros cada uma… Ya, altamente… 360 euros arranjam-se na boa… 6 já dá um bocadinho mais trabalho. Temos que planear bem o assalto e tal… baaaahhh

  26. Tiago Says:

    Mesmo nos próximos caloiros isso não tem lógica nenhuma….. Um curso como o nosso fazer tudo à primeira é quase impossível…

  27. Mariana Lopes Says:

    Meus caros Colegas , é fazermos Greve e mandar uma carta so Ministro da Educacao !

  28. Ivo Says:

    nao sou estudante da ubi. estava so a tentar perceber em que medida é que isto poderá afectar tambem outras universidades… por isso perguntei que documento era…

  29. Thea Says:

    Ivo: à partida todas irão ter que aplicar esta medida, pode é ser a partir do ano que vem ou do seguinte. É critério de Bolonha, portanto as universidades que não o cumprirem estão a desrespeitar a lei, pelo que podem ser punidas. Seja como for os grandes prejudicados serão os alunos.

    Acho que no regime de precedências se devia ter em conta o aproveitamento. Por exemplo, sou capaz de concordar que um aluno que fez 5 ou menos cadeiras seja sujeito a essa norma, mas talvez já não o deveria ser um aluno que faça seis ou mais cadeiras. Vejamos o caso de um aluno que faz 9 cadeiras, é sem dúvida um bom aluno, mas será prejudicado como um mau aluno pois no ano seguinte apenas frequentará uma cadeira.

    Quanto ao regime de prescrição. Este é o segundo ano em que essa norma foi aplicada. Este verão, ficou decidido em conselho de reitores fixar o preço do crédito entre 40 euros e 80, para alunos externos. A UBI optou por usar o valor intermédio de 60 euros.

  30. maria Says:

    eu sou a favor de que se averigue a veracidade desta noticia e se for realmente definitivo se faça alguma coisa.
    as associaçoes de estudantes das diversas universidades e politecnicos do país deviam dar a conhecer esta medida umas ás outras porque ha ainda muito boa gentinha que nao sabe de nada.
    e se caso naohouver outra alternativa, uma semana de greve com manifestaçoes e protestos, sem alunos para que as aulas decorram na normalidade, sem as universodades a funcionar devidamente, ha.de fazer algum efeito.
    parece.me que esta medida tem o proposito de incentivar a que nao se deixem cadeiras por fazer, nao me parece no entanto que esta mseja a melhor maneira. assim nao se resolve nada. pois se é verdade que ha quem ande a brincar ás universidades, tambem nao sao raros os caso de quem nao ve outra hipotese que nao seja a de escolher quais sao as cadeiras que faz e as que deixa por faver por forma a conseguir nao chumbar a tudo.
    nao podemos ficar de braços cruzados!!

  31. Thea Says:

    Acho que o melhor mesmo é escreverem a carta ao reitor. Manif’s com alunos a gritar obscenidades e a beber cerveja não nos dignificam em nada. Há muitas formas de lutar sem armas e sem permitirmos que outros não tão sérios como nós frustrem a nossa luta.

  32. Ivo Says:

    Duvido sinceramente da obrigatoriedade dessa medida, devendo essa ser uma opçao interna da ubi. toda a estrutura do modelo de ensino da universidade de aveiro(a que eu frequento) foi criado em pressupostos que se apoiam em exactamente o contrario do que essa medida promove. se isso fosse realmente obrigatorio para todas as universidades, seria um retrocesso total e seriam 4 anos de trabalho deitados fora. se alguem conseguisse arranjar um documento relativamente ao processo de bolonha que obrigue a isso que o disponibilize para assim se acabar com a duvida

  33. maria Says:

    as cartas amontuam-se numa secretaria qq a ganhar po. nao acredito que a soluçao passe apenas por aí.

  34. H&F Says:

    Temos de lutar não há outra solução!
    Organizemos-nos!
    Temos de nos fazer ouvir!

  35. Moras Says:

    thea isto nao e bem assim: “Ivo: à partida todas irão ter que aplicar esta medida, pode é ser a partir do ano que vem ou do seguinte. É critério de Bolonha, portanto as universidades que não o cumprirem estão a desrespeitar a lei, pelo que podem ser punidas. Seja como for os grandes prejudicados serão os alunos.”
    o politecnico da guarda esta em bolonha e eles nem sabem o q é a palavra prescrever… portanto duvido que seja aplicado em todas as universidades… a menos q a questao seja essa, diferença entre politecnico e universidade. mas se for, adeus ubi ola IPG.
    primeiro porque la nao ha prescriçoes nem estas leis parvas, segundo ficamos muito mais bem preparados e terçeiro entramos directamente nao ordem dos senhores engenheiros… que dessas merdas a ubi nao sabe tratar… a ubi so sabe tratar de coisas para chumbar o pessoal… era meter esses gajos a tirar um E.I. para ver quantos anos demoravam… ver se o faziam em 3 anos… lol

    quem fala em IPG mas ja me ando a informar em outras universidades, mas o pessoal de vila real, coimbra, e faro com que eu falei ainda nao sabiam de nada… mas prometeram q iam ver

  36. Thea Says:

    A prescrição nada tem a ver com Bolonha. A prescrição foi uma lei aprovada pelo governo no ano em que eu entrei na universidade (2004) e foi aplicada a partir desse ano, sendo esse o ano zero.
    Por exemplo coimbra tem prescrições, mas contou como ano zero 2007.

  37. Ivo Says:

    thea, em aveiro o regulamento ja foi feito por forma a poder-se introduzir prescriçoes caso necessario. se eles foram cuidasosos nesse ponto nao vejo pk nao o haveriam de ser em relaçao á questao de nao se poder inscrever ás cadeiras do ano seguinte caso se deixasse alguma. por isso duvido que essa medida seja obrigatoria sendo somente uma opçao interna da ubi. o que a universidade de aveiro exige é que te inscrevas primeiro nas cadeiras dos anos anteriores e so depois, em caso de ainda poderes ter mais etcs, te podes inscrever em cadeiras dos anos seguintes. o mesmo se passa nas grandes faculdades como feup e tecnico. quanto a mim é o que faz sentido sendo essa medida da ubi exagerada e mesmo disparatada

  38. Filipe Says:

    ISto está bonito está… a crise está no ar, a bolonha a lixar e contudo a vida não está boa. se ganhasse o euromilhoes ainda era naquela, agora assim..

    TEmos que fazer revolução, das grandes para que outras universidades e etc adiram… temos que nos fazer ouvir senão fazem tudo e nós levamos com as consequências.. é como costumam dizer “QUEM CALA CONSENTE” eu NAO CONSINTO COM ISTO E QUERO REVOLUÇÃO.. Se isto for activo eu sairei da universidade e lá terei que ir trabalhar, mas trabalhar onde ? tá bonito tá…

    Vergonha de Bolonha, vergonha de país…

  39. maria Says:

    mas Ivo, se for um criterio de bolonha (hipoteticamente, pois ao que parece funcionarios dos serviços academicos de outras univercidades ainda nao ouviram falar sobre isso), todas as universidades teram que funcionar assim ate 2010, como disse alguem acima.
    ha que tentar saber em primeiro lugar ate que ponto esta medida nao será mesmo obrigatoria.

  40. Tiago Says:

    Ya.. A UBI é sempre a primeira, nem que seja a fazer asneiras e a prejudicar os alunos….

  41. Micael Says:

    as outras universidades nem sabem o k é Bolonha pelo k me tenho apercebido, por isso ja nem me vou dignar a falar de politécnicos…(isto para responder a kem acima disse k no politécnico saiam mais bem preparados k nos) Bolonha foi implementado por um processo de adaptação ou seja progressivo a cada ano uma etapa, por isso so no ano passado surgiram as prescrições e agora esta a surgir isto, ainda nem em Bolonha onde foi assinado o acordo este processo esta em vigor a cem por cento, e meu amigos isto ja em 2006 foi aprovado pela AAUBI em vigor na altura segundo tenho vindo a constatar, avançar para greves assim de repente e errado, cm ja referi também acima em 2004 numa greve apareceram apenas 10 alunos nao nos podemos arriscar a fazer essa figura de repente o reitor e assim vao achar k nos têm na mão e nos não poderemos fazer mais nada, as coisas têm de ser bem organizadas e divulgadas, acima um representante da AAUBI o travassos ja nos disse o k em primeira instancia iremos fazer cada um escreva uma carta explicando a sua situação, eu deixei so tc do segundo ano por fazer no primeiro semestre e para o ano andarei ca a fazer so isso nesta situação e é sobre isso k vou escrever, entreguem a carolina, com esta num comentário acima, e amanha vão aos académicos e perguntem podia me explicar o k realmente e isto e o k implica, se vos responderem cm na sexta a um colega k nao sabiam nem estavam ocorrentes peçam o livro de reclamçoes e preencham, nao se eskeçam de pedir o nome do funiconario em causa, ne porke farto de incompententes andamos todos

  42. Ivo Says:

    thea, mas o que se passa é que provavelmente esse criterio de bolonha em que a ubi se baseou para tomar essa medida, é subjectivo ou superficial podendo ser interpretado de varias maneiras, como muitas partes do processo o sao. o que se tem passado é que toda a gente tem interpretado as coisas da maneira que lhe dá mais jeito. o regulamento da universidade de aveiro foi dado como concluido e como apto para bolonha, o ano passado e como tal nao deve ser mais alterado nos proximos anos. quando muito pequenos ajustes.

  43. Thea Says:

    Ivo, tens toda a razão relativamente a que os vários critérios de Bolonha são subjectivos pelo que as universidades os podem interpretar como lhes der mais jeito! Sem dúvida alguma que isso é verdade!
    Acima de tudo acho que a AAUBI deve entrar em contacto com as associações académicas de outras universidades para saber o que se passa lá fora e caso se comprove que somos caso unico proceder a medidas (não considero manifestações medidas).

  44. Carolina Says:

    Isto está mesmo complicado… E espero que todos os alunos, quer sejam da UBI ou não, tenham a noção disso. Esta semana irá realizar-se, pelo que me foi dito na ultima quinta-feira por membros da associação, uma AGA de núcleos. A ideia é juntar todos, mas convém ser mesmo todos, os núcleos da UBI, e juntos chegar a ideias de várias acções que se podem fazer. Estamos a lidar com leis, que têm de ser cumpridas, por isso temos que saber fazer as coisas muito bem. Na minha opinião, greves e manifestações só em ultimo caso, temos que ser mais inteligentes do que isso. Informo desde já que o NINF, Núcleo de Engenharia Informática, tá a dar a máxima importância ao que está a acontecer, pois todos os que pertencemos a este curso sabem o quanto isto nos pode prejudicar.

  45. Daniel Says:

    É pena que em vez de progredir a qualidade do ensino superior esta venha a diminuir cada vez mais, pois é notório que é uma forma da UBI arrecadar carradas de dinheiro, não é uma preocupação com os aproveitamentos dos alunos, mas apenas interesses monetários que irão obrigar grande parte dos alunos a desistir e muitos outros a transferirem-se para outras universidades onde esta “palhaçada” não seja implementada.
    Temos de tomar várias medidas colectivas pois este problema incide acima de tudo sobre as engenharias, sabemos que a taxa de chumbo a determinadas cadeiras é elevada claro que os restantes cursos também serão afectados mas de uma forma mais suave. Temos de em primeiro lugar divulgar o sucedido e todos juntos lutarmos pelo nosso futuro.

  46. Shopx Says:

    Boas! pessoal essa noticia não é bem assim…eu sei que isso ta no balcão virtual dos académicos mas foi confirmado (pelo reitor da UBI) que isso so se vai aplicar a medicina. Essa conversa foi feita à minha frente…sei do que estou a dizer.

  47. Thea Says:

    Medicina sempre funcionou assim…

    “Cá e lá, segurar os estudantes”, por António Fidalgo: http://ubi2009.blogspot.com/2009/03/ca-e-la-segurar-os-estudantes.html

  48. ANTIGO UBIANO Says:

    INCRÍVEL…

    Do que li acho incrível!!
    Então o Ivo passa o tempo a escrever elogios à Uaveiro e o pessoal da UBI engole…então um maçarico do IPG papagueia que de lá é que saêm bem preparados e o pessoal de UBI engole?

    No meu tempo, já lá vão 15 anos fizemos muitas manifes e muita luta…chegámos a ter um dia inteiro a parada ocupada com colunas de som, faixas e greve às aulas e concentração na parada…mas,

    mas, nunca, nunca…deixámos de defender a nossa UBI, tem problemas…claro, todas têm…mas vejam como eles defendem as escolas deles…

    Sei…tenho a certeza, que tal como eu…todos sentirão daqui a 15 anos o mesmo carinho e orgulho da UBI…com os seus problemas, claro…as suas lutas…sempre…a vida é uma luta contínua..não há conquistas eternas…têm de se defender sempre.

    Matutem nisto…e boa sorte na vossa luta.
    Um abraço amigo

    Antigo UBIANO

  49. Shopx Says:

    Thea…não é bem assim que vão segurar alunos na UBI, isso so vai fazer com que menos pessoas entrem para a universidade, mas pronto isso são opiniões de cada pessoa. Esta semana vai haver reunião na sede da AAUBI depois poderemos tirar conclusões….

  50. Rita Says:

    Eu só espero que seja mesmo para determinados cursos.
    Esperemos que a AAUBI diga alguma coisa, para podermos agir! até lá, nada adianta.

  51. Vítor Says:

    Embora não esteja nesta situação estou na luta! Acho vergonhoso isto sair no fim de um semestre e eu e todos sabemos o que são alunos desmotivados, professores que só estão preocupados em colocar notas em formulas e dar classificações finais a números e não a pessoas.

    Vamos partir do pressuposto que um aluno deixou duas disciplinas para trás e apenas investiu em exame para fazer uma delas, foi ao outro exame mas chumbou. Agora, se não puder ir a época especial fica um ano a fazer uma cadeira? Vergonhoso. Conheço exemplos de pessoas que fizeram 6 cadeiras com excelentes notas no segundo ano.

  52. Moras Says:

    resposta ao antigo ubiano:

    primeiro eu sou aluno da ubi tal como tu foste e sim estou disposto a lutar porque ja amo muita coisa aqui para agora ter de desistir disto.

    Mas o que eu disse admitindo q pode nao estar correcto, é so o que o que parece, e o q esta em questao nao e a univesidade vs politecnico.
    Quando eu disse que la saiam muito mais bem preparados é preparados é porque la é tudo muito mais pratico, so para tu veres e tao mais pratico que la nao existe projecto de final de curso existe estagio de final de curso.

    mas tens toda a razao no que disseste temos de lutar temos de seguir o vosso exemplo temos de fazer valer o que é melhor para nós.
    mas para isso precisamos de organizaçao para nao voltar a haver greves onde aderem 10 pessoas.

    so nao percebo é como e q eles nao pensam que a ubi vai esvaziar se isto que esta a acontecer seja so ca.

    desculpem se me interpretei mal no primeiro post…

  53. Rui Garcia Says:

    É a ultima fase de bolonha mas como todo o processo de bolonha na ubi a sua adaptação na ubi é sempre feita numa prespectiva economicista, de tirar o maximo lucro possivel das falhas que bolonha tem.
    esta é mais uma, não é bem isso que bolonha diz sobre o processo de transição, ainda não estou em posição de poder afirmar sem margem de duvida o que realmente diz, mas colegas lembrem-se que como qualquer despacho reitoral este pode ser revogado seja pelo actual seja pelo proximo, temos é de ser unidos e deixar a semana axcademica talvez para 2 ou 3 plano. há coisas bem mais importantes que a semana.

  54. Mónica Says:

    Isto é uma palhaçada!
    temos de fazer alguma coisa para isto n ir para a frente???
    E que tal propor na associação academica uma manifestação contra isto tudo???Iriamos todos trajados para a porta da universidade lutar pelos nossos direitos!

    P.S : A UNIÃO FAZ A FORÇA

  55. adriana Says:

    concordo com a monica!
    deviamo-nos juntar como os nossos vizinhos espanhois e fazer uma greve de modo a que as nossas ideias sejam ouvidas!

    em espanha, galiza, os estudantes vao fazer uma greve no dia 4 de março! tudo graças a estas novas regras de Bolonha!

  56. Rita Says:

    Não pode ser assim do nada, a ultima greve que houve não resolveu nada, pois na manifestação só apareceram 8 pessoas.
    Os nucleos têm AGA’s esta semana, vamos ver o que eles resolvem.

  57. Jorge Says:

    Para se fazer uma greve tem de se organizar tudo muito bem, para que o efeito seja positivo..

    Mas esta Lei é uma palhaçada.. Quer dizer n faço uma cadeira ando aqui a gastar dinheiro só por causa de uma cadeira para o próximo ano..

    Só rir..

  58. Ana Says:

    Meus caros… Apesar de tudo, e não me alargando na discussão do assunto porque não tem discussão possivel visto que pouco ou nada deve haver a fazer, e ao contrario do que foi dito, podem-se fazer extensões dentro do mesmo curso!! Isso de não se poder fazer foi inventado dentro dos Academicos, possivelmente ate pelo proprio Dr.Melo. Se por acaso forem aos académicos e vos disserem que não podem vão à reitoria que fica resolvido!!
    Lembrem-se que a AAUBI nunca fez nada pelos interesses dos alunos… Smp se interessaram apenas pelos interesses proprios! Tudo isso está na legislação de Bolonha e quando lutaram para Bolonha não ser implantada (naquela altura em que já nada havia a fazer) deviam sim ter pegado na legislação e lutado por uma Bolonha a favor dos alunos… Agora? Pouco ou nada deve haver a fazer =\ Mas seria uma boa ideia que aqueles que recebem ordenado na AAUBI, sim há quem receba e não é nada pouco, mexesse o cuzinho pela primeira vez na sua estadia por lá e lesse a legislação e informa-se os alunos da melhor maneira!

  59. Bee Says:

    Eu concordo com muitas das coisas que foram aqui ditas. e repito algumas delas… andar cá um ano, apenas UM ano a fazer uma ou duas cadeiras deve ser a pior coisa que pode acontecer a um estudante… Aqui a nossa “querida” UBI deve pensar que todos somos ricos e ganhamos o euromilhões todas as semanas!… De certeza que muitos irão desistir de frequentar os cursos que tanto gostam (ou não) ou então irao pedir transferência.
    concordo com a mónica qd diz fazermos uma manif e todos trajados… Claro que, depois de saber o resultados dessa tal reunião que vai haver.
    qt a algs alunos que já aqui postaram, eu digo e sem os quere ofender de qualquer modo que, cada curso é dificil à sua maneira. Acho que cursos fáceis ñ ha… Mas isto é somente a minha opinião…
    aguardo o desenrolar das coisas….

  60. Ana Says:

    Esta medida não faz sentido nenhum. Será que não é apenas uma má interpretação da lei?

    Fiz uma pesquisa no google e encontrei uma página dos academicos (http://www.academicos.ubi.pt/home/menu0/reg_adm_pedagogico_B.asp) que já falava em qualquer coisa deste género para o ano lectivo 2006/07

    “SECÇÃO IV. – REGIME DE PRECEDÊNCIAS E DE TRANSIÇÃO DE ANO CURRICULAR

    Artigo 24º – Regime de precedências e de transição de ano curricular

    1 – A aprovação em todas as unidades curriculares de um determinado ano curricular face ao regime presencial a vigorar e competências globais a adquirir é requisito para os estudantes que venham a ingressar a partir do ano lectivo 2006/07 poderem efectuar a inscrição em unidades curriculares do ano curricular seguinte, sendo progressivamente integrados neste regime os estudantes com ingresso em ano lectivo anterior que não transitem de ano curricular.”

    No entanto, se realmente acontecer como se fala por aí e essa regra seja aplicada nessas condições e apenas na UBI, peço transferência. A UBI não é a última bolacha do pacote! E saliento que não tenho nenhuma cadeira em atraso e, independentemente do facto de ter ou não alguma no final do ano em atraso, não estou para ser cúmplice desta falta de consideração, numa altura de crise, em que todos fazemos um esforço para nos conseguirmos manter a estudar (propinas/habitaçao/alimentação). Que abuso! Chulos!!!

    Nunca me teria sequer candidatado à UBI se soubesse disso antes. A meio do ano? Quando há alunos que já nem sequer têm hipóteses de recuperar cadeiras do semestre que passou?

  61. Tiago Says:

    Hoje há AGA – Assembleia Geral de Alunos. Não sei horas, mas deve ser por volta das 21h. E deve ser no BA ….

  62. Tiago Says:

    Afinal a AGA é no BA às 18:30h. Mas tem um único ponto que é a nomeação do novo presidente como podem ver em aaubi.net

  63. Aluno da Ubi Says:

    Penso que a noticia publicada neste blog esta deturpada não correspondendo à realidade no balcão virtual esse artigo não esta como foi publicado

  64. Carolina Says:

    O artigo não está como foi publicado desde domingo ou segunda – feira. Foi alterada a forma como aparece no balcão virtual. Aparecia na página inicial da maneira como está publicada. Eu vi na quinta – feira, dia 26 e era assim que estava.

  65. Inácio Says:

    Boas!

    Em conversa com um professor da UBI sobre este mesmo assunto, o mesmo me disse que se esta medida entrar em vigor, apenas terá efeito para os novos alunos que irão frequentar o ensino superior no ano 2009/2010.

    Penso que por este mesmo motivo foi feita uma reformulação na publicação do mesmo e como tal este já não aparece na página do Balcão Virtual, ou pelo menos, da forma como todos vimos!

    Na minha humilde opinião, e ela apenas vale o que vale, e independentemente de como todo este processo decorrerá creio que é necessário fazer algo! Fazer algo, mas bem feito.

    Cumprimentos.

  66. Tiago Says:

    ACTUALIZAÇÃO: https://tdias.wordpress.com/2009/03/04/ubi-regras-gerais-de-avaliacao

  67. Francisco Fernades Says:

    Pois, é aprovada esta lei no início do segundo semestre quando eu e muitos outros colegas que conheço deixaram uma ou mais cadeiras para trás com a intenção de as passar no primeiro semestre do ano seguinte. Existem cadeiras que não são nada fáceis de passar sem assistir às aulas e não sendo eu o exemplo perfeito de aluno exemplar, como é que vou passar a matemática 1 por exame ?
    Alguma coisa tem que ser feita. E se não formos nós, estudantes, ninguém se irá impôr. Eu tou nessa !

  68. Bruno Says:

    è assim nem estou de acordo nem sou contra…lembrem-se k em medicina sempre funcionou assim e sempre correu bem, a taxa de sucesso é elevada, é preciso é olhar para os cursos de engenharias e mudar o método de avaliação e ensino, penso eu. Eu sou de arquitectura e digo que se isso entrasse em vigor no meu curso era muito bom e não digo isto p estar a acabar o mestrado.

    Não sei…

  69. Moras Says:

    medicina nao e exemplo… medicina tem um metodo de avaliaçao e de aulas completamente diferente do nosso..

  70. Vanessa Says:

    ainda se queixam do abandono escolar, pudera… e assim ainda vai piorar, se já é dificil suportar quase 1000€ de propinas, para além de alimentação, alojamentos e outros encargos, imaginem como vai ser agora.

  71. Angela Says:

    Como qualquer aluna desta universidade quando estes rumores surgiram fiquei preocupadissima. Isto é um verdadeiro atentado à essencia do que é uma universidade. Estamos aqui para aprender e como somos todos humanos temos o direito de não fazermos tudo a primeira, de simplesmente podermos errar.
    Isto é tirar essa liberdade e pior, tornar o ensino superior ainda mais elitista do que ele já é. Se isto for mesmo avante só os alunos chamados génios (e mesmo esses também se podem enganar) e os filhos de papas ricos ou com conta no BES (LOL) poderão frequentar o ensino superior.
    Com isto o sr. reitor que se prepare para desistencias em massa e os senhores ministros que se habituem à ideia de Portugal continuar na cauda da europa.
    Concordo com o que os nossos colegas espanhois estao a fazer, nós deveriamos fazer o mesmo, talvez mais organizado e numa maior escala ou entao outro tipo de acção, mas na realidade NÃO podemos deixar isto assim, por nós e pelos que virão depois de nós!!!

  72. Micael Says:

    num post recente ja foi esclarecida a situaçao,por favor leiam a actualizaçao em relaçao a esta situaçao no post mais recente…

  73. Ana Rei Says:

    caras/os colegas,

    O artigo problemático das regras gerais de avaliação está suspenso.Portanto,as inscrições continuam como até aqui. A AAUBI está sempre atenta aos problemas das/os alunas/os da UBI. Sempre que necessitem de alguma coisa, estejam à vontade.

    Cumprimentos,

    Ana Rei – AAUBI

  74. Daniela Says:

    Realmente temos de fazer alguma coisa…e pelo que tenho ouvido dizer a toda a gente o melhor seria uma greve! Nao podemos ficar de braços cruzados perante esta situação! A universidade sobrevive graças a nós, alunos, e temos de lutar pelos nossos direitos! Implantaram o processo de Bolonha para os cursos ficarem de 3 anos, com estas novas regras os cursos voltaram a ficar de 5 ou mais anos! Muita gente nao vai poder estudar assim porque nao tem posses para isso! Vejo como opção a transferencia!

  75. Anabela Says:

    Muito bonito esse discurso da Ana Rei: “Sempre que necessitem de alguma coisa, estejam à vontade.”

    A verdade, é que a AAUBI não está interessada nos problemas dos alunos. A menos que tenha um grande impacto e, nesse caso, parece um pouquito mal ficar de braços cruzados…

    Sempre que vou pedir ajuda ou esclarecimentos à AAUBI só sou enrolada e fazem-me perder tempo precioso. Mais vale ficar por conta própria!

    É verdade… continuo à espera de um telefonema desta menina…

  76. Manelito Says:

    É verdade Anabela…eu também tou a espera de um telefonema dela…convidei-a para ir passar a noite a minha casa…e até hoje ainda não me respondeu a malandra…

  77. Tiago Says:

    loool vocês são altamente 🙂 !! Já agora que falamos na aaubi, visitem o post próprio para ver o cartaz da semana académica: https://tdias.wordpress.com/2009/03/07/semana-academica-2009-covilha/

  78. André Says:

    O importante agora é alguem falar com o novo reitor e saber a opinião dele acerca deste tema. E consoante o que ele disser, então agimos ou não agimos. Mas há que saber isso antes de acabarem as aulas porque não queremos chegar cá e apanhar uma surpresa na inscrição e ficarmos sem hipoteses de pedir transferência por ser em cima do joelho…

  79. cesar Says:

    epa a ubi n vale nada. a maioria dos alunos vao para a ubi pk n tem media para entrar melhor. eu tive ai 1 ano e mandei lixar isso. isso n é para mim. n vale nada. cursos de kaka. e qto as gajas bem feiinhas. nota 0 nessa merda

  80. cesar Says:

    áte o nome é pandeleiro:
    UBI vamos la pra Ubi.

    hehehe

  81. Bee Says:

    Sim, o novo reitor deve ajudar mesmo…
    só podia ser de medicina… enfim… no coments

  82. carteiro Says:

    O Paradigma de Bolonha não determina que se sigam os procedimentos adoptados tal qual estão a ser propostos pela UBI. Bolonha tem a ver com flexibilidade, mobilidade, maior responsabilização dos alunos e mais tempo dedicado ao trabalho individual. Para os professores é também um novo desafio fazendo com que procurem novas formas de ensinar, envolvendo mais os alunos no “saber fazer” do que no “saber marrar”, trabalhando eles também mais e mais próximo com os alunos.

    A carga de trabalho que é traduzida pela Unidade de Crédito ECTS (European CRedit Transfer System) não é mais do que um denominador comum cujo objectivo é garantir o reconhecimento do trabalho do aluno, independetentemente da escola que frequentar, claro está para o mesmo nível de ensino e na mesma área científica.

    As regras agora apresentadas discretamente na página dos Académicos, já haviam sido publicadas no ano anterior mas o assunto não teve, felizmente, aplicação.

    Trata-se de um procedimento sem justificação plausível e que contraria os próprios pressupostos de Bolonha.

    Estou certo, por isso, que uma mais profunda reflexão do Magnífico Reitor e dos Conselhos Pedagógico e Científico, certamente trará nova luz a este assunto.

    Contudo, se isso não acontecer, então a melhor forma de o assunto ser abordado passará obrigatoriamente por um adequado esclarecimento aos alunos das razões que fundamentam tal posição. Pode ser que na verdade seja a forma mais correcta de estimular o estudo e a formação superior.

    Se tal não for suficientemente convincente das suas virtualidades, e se o mesmo procedimento não for de aplicação geral noutros estabelecimentos congéneres, então haverá uma forma simples de fazer com que o assunto seja devidamente ponderado: bloqueio às inscrições e matrículas. Se não houver alunos a universidade não funciona!

  83. Marcos Says:

    Oi pessoal, desculpe, estar a entrar na conversa, sou um aluno de outra universidade, do curso de arquitectura. Infelizmente pretendo pedir transferencia, visto que na minha universidade a meu ver nao funciona segundo criterios de avaliação objectivos, em particular a Projecto. Nesta instituição em que me encontro inscrito. pelo que fui descobrindo, funciona na dita na forma de um sistema de mafias, sem objectivos concreto de avaliação…O pior é k a disciplina, ao ser muito pesada no sistema de creditos (quase trinta por ano!) deixa os alunos em risco de nao obterem bolsa de estudo no ano seguinte, sem ela nao posso estudar. Nao acho justo. Assim, o motivo pelo que comunico convosco é no intuito de saber: na UBI, como funciona o sistema de avaliação a projecto? a vosso ver sao as avaliações justas, equilibradas eobjectivas? Qual a taxa de sucesso?
    Pelo que vi a distribuição de creditos é mais equilibrada.

    Agradeço qualquer esclarecimento que me possam prestar, e deixo o meu mail a disposição : fakir_marrakesh@hotmail.com

  84. João Miguel Says:

    Não permitam esse regime bastante penoso para os estudantes académicos.

  85. meshinc.net Says:

    Woah this website is excellent i like looking through the articles you write. Maintain the best artwork! You comprehend, many people feel the need round due to this details, you could possibly help these folks significantly meshinc.net.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: