Miramax fecha as portas

by

A mais recente vítima da instabilidade financeira que actualmente afecta a industria cinematográfica foi a Miramax que encerrou as suas portas após trinta anos de funcionamento. O famoso estúdio norte-americano foi criado no final da década de setenta e actuou independentemente no mercado cinematográfico até ser adquirida pela Walt Disney Pictures no início da década de noventa. A sua ligação com o poderoso estúdio norte-americano restringiu fortemente as suas movimentações no mercado cinematográfico mas foi sob a direcção da Walt Disney que conseguiu lançar os seus maiores sucesso comercias. “Pulp Fiction” de Quentin Tarantino, “Chicago” de Rob Marshal, “Gangs Of New York” de Martin Scorsese, “Kill Bill Vol.1” e “Kill Bill Vol.2” de Quentin Tarantino, “Finding Neverland” de Marc Forster, “Blindness” de Fernando Meireles ou “Doubt” de John Patrick Shanley são apenas alguns exemplos dos inúmeros sucessos qualitativos e comerciais deste estúdio. A Miramax também teve algumas cooperações de luxo com outros estúdios que resultaram em grandes produções, como por exemplo, “No Country For Old Men” dos Irmãos Coen ou “There Will Be Blood” de Paul Thomas Anderson, ambas com a Paramount Advantage. O encerramento da Miramax irá lançar oitenta pessoas no desemprego mas era a única alternativa viável.

via Portal CinemaArtigo

Anúncios

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: