Archive for the ‘Google’ Category

Inovações e decepções de 2010

5 de Janeiro de 2011

O jornal económico seleccionou um conjunto de personalidades produtos, inovações, tendências, negócios e lançamentos que marcaram 2010. Vejam os resultados:

O Facebook ultrapassou o Google

27 de Novembro de 2010

Pela primeira vez, o Facebook ultrapassou o Google em tráfego na Internet.

Segundo um estudo da Hitwise, Nos Estados Unidos em cada 4 vezes que um americano acede à Internet, uma  das vezes é no Facebook.
Este estudo veio demonstrara que o Facebook é o site mais popular e usado no país Norte-Americano.
Segundo este estudo, o Facebook tem mais 3% de Visits Shares que o Google, isto relativamente ao dia específico.
Nos últimos anos, o Facebook tem crescido a uma velocidade vertiginosa, e este estudo vem afirmar o que já a algum tempo se previa, o Facebook como o site de referência da Internet. O Crescimento tem sido pouco mais de 50% por ano.

Google Instant no Google.pt

24 de Novembro de 2010

O Google Instantâneo é uma nova melhoria de pesquisa que mostra resultados à medida que escreve. Estamos a forçar os limites da nossa tecnologia e estrutura para ajudar o utilizador a conseguir melhores resultados de pesquisa, mais rapidamente. A descoberta técnica crucial é que as pessoas digitam lentamente, mas lêem rapidamente, demorando habitualmente cerca de 300 milissegundos entre batimentos de teclas mas apenas 30 milissegundos (um décimo do tempo!) para dar uma vista de olhos a outra parte da página. Isto significa que o utilizador pode ler uma página de resultados à medida que escreve.

New York em 3D – Google Earth

15 de Abril de 2010

9 de Abril de 2010

via 9GAG

Google maps envelope

6 de Abril de 2010

via LikeCOOL

Google Energy

22 de Fevereiro de 2010

«As autoridades reguladoras do sector energético norte-americano autorizaram a Google a criar uma empresa de compra e venda de electricidade: a Google Energy.

A autorização vai permitir à empresa procurar soluções próprias de alimentação dos servidores de maneira a tornar-se auto-suficiente, assim como entrar no mercado energético.

Desde há algum tempo que a Google tinha planos de ser uma empresa de tecnologia de ponta nas energias renováveis para poder aplicar o desenvolvimento tecnológico próprio e controlar custos.

Em 2008, a Google apresentou um plano de eficiência energética no qual defendia que os Estados Unidos poderiam produzir a totalidade da energia que consumiam.» via iOnlineartigo


%d bloggers like this: