Archive for the ‘UBI’ Category

Recepção ao caloiro 2010 – Cartaz @ Covilhã

9 de Outubro de 2010

Final Encounter

Recepção ao caloiro 2010 @ Covilhã – UBI

27 de Setembro de 2010

OUTUBRO DE 2010

Domingo – dia 17
Antologia do fado académico no Teatro Cine da Covilhã

Segunda-feira – dia 18 (ANIL)
Tiago Silva, Banda RED, Xinobi

Terça-feira – dia 19 (ANIL)
Dias de Raiva, Orelha Negra, Magazino

Quarta-feira – dia 20
Espectáculo: “Telas Aéreas” de Carolina Touceda
LaTaDa, Tunas Académicas (ANIL)

Quinta-feira – dia 21 (ANIL)
Oioai, Homens da Luta, Freshkitos

Sexta-feira – dia 22 (ANIL)
Espectáculo: “In Vino Veritas”,Tributo a Nirvana, Expensive Soul, DJ the Fox

Sábado – dia 23
Caducados, Xutos&Pontapés , Mix de Dj’s da Covilhã

Preços dos Bilhetes Gerais
30 euros para estudantes e sócios da AAUBI
35 euros para estudantes
40 euros para não estudantes

*(O cartaz será publicado assim que disponível)
(Programa sujeito a alterações)

Directamente de FinalEncounter

Sistema para invisuais @ UBI

14 de Setembro de 2010

Um dos mais recentes protótipos desenvolvidos por Pedro Araújo assume-se como uma possível resposta para os invisuais terem a possibilidade de praticar atletismo de forma autónoma. Através de um dispositivo electrónico usado como uma mochila identificam-se os possíveis obstáculos numa pista e como evitá-los.

A arquitectura de computadores, o desenho e funcionamento dos sistemas informáticos, a mecanização e robótica associadas a diversos objectos são área que têm despertado a curiosidade e até paixão de Pedro Araújo. Este docente do Departamento de Informática da UBI desenvolveu já um vasto leque de instrumentos para exemplificar aos seus alunos a aplicação prática do que teoricamente aprendem nas cadeiras da universidade.
No conjunto de territórios científicos explorados por este investigador, destacou-se um “pela pouca quantidade de soluções apontadas para as necessidades das pessoas”. Pedro Araújo refere-se a soluções tecnológicas pensadas para dar resposta às necessidades de pessoas invisuais que desejem praticar desporto. Depois de uma pesquisa sobre o tema, o docente de Informática depressa concluiu que não existem muitas respostas. Araújo garante que “sistemas que ajudam os invisuais no seu dia-a-dia existem e até com grande relevância, mas na prática desportiva que pode ser aqui encarada como forma de integração na sociedade e também como forma de permitir a essas pessoas, que de alguma maneira, sejam capazes de certas acções que não conseguem fazer, não há grande resposta”.
Apoiado por alguns alunos, sobretudo de 2º ciclo, propôs-se a desenvolver um protótipo capaz de dar alguma autonomia a pessoas invisuais. “Pensámos no atletismo por ser uma modalidade algo simples, quer nas estruturas onde se pratica, quer até no próprio desporto e nos movimentos que implica”, descreve. Habitualmente, a corrida é uma modalidade que os invisuais praticam com a ajuda de um guia. Para que possa existir uma total autonomia do atleta invisual, Pedro Araújo desenvolveu um sistema electrónico composto por diversos sensores que detectam a presença de obstáculos nas imediações do corpo do atleta. Todo o conjunto está integrado numa pequena mochila “que o atleta coloca, ajustando os diversos sensores ao seu gosto”. Ao correr numa pista de atletismo, “o aparelho orienta-se pelos painéis publicitários que são colocados em redor das pistas de atletismo, e assim consegue ter um ponto de referência”, adianta o professor. Com o utilizador a correr numa mesma pista, “caso se aproxime de uma outra pessoa, ou de algum obstáculo, os sensores detectam a presença de algo estranho na rota do corredor e avisam-no”. Outro dos pontos inovadores desta solução desenvolvida totalmente por este investigador da UBI, é que a mesma “permite saber a localização desse suposto obstáculo, para que o atleta invisual saiba para que lado se deve dirigir”. Pequenos sistemas de vibração semelhantes aos que são instalados nos telemóveis, “podem dizer ao invisual que à sua frente está alguém, ou algum obstáculo, ou ao seu lado direito e então tem de ser desviar para a esquerda, ou vice-versa”, remata.
Todo o sistema é completamente ajustado a diferentes utilizadores e não requer nenhuma adaptação especial das pistas onde poderá ser utilizado. A utilização dos painéis publicitários como pontos de referência para todo o sistema “deve-se ao facto destes habitualmente se encontrarem nos complexos desportivos e estarem colocados em redor das pistas de atletismo”, lembra Pedro Araújo. Este tipo de painéis podem também acabar por ser fonte de receitas para a aquisição e manutenção destas soluções tecnológicas, representando um apoio quer para as pessoas invisuais, quer também para as próprias empresas “que assim fomentavam a política de responsabilidade social”.
O docente da UBI esclarece, todavia, “que este sistema é ainda um protótipo”. Para além disso, “serve essencialmente para a prática desportiva”. Daí que Araújo esteja esperançado em ver este sistema a funcionar, por exemplo, no Complexo Desportivo da Covilhã. Com esta ideia, o docente participou já em diversos concursos tecnológicos, onde esta solução tem recebido um bom feedback, mas em termos de produção industrial “é provável que a questão não se coloque”. A solução passa por facultar “dois ou três sistemas nos recintos desportivos e estes serem utilizados quando as pessoas invisuais assim o desejassem”.

via UrbietOrbi

UBI distinguida com Selo de Qualidade

6 de Julho de 2010

A Universidade da Beira Interior foi, pela segunda vez, distinguida com o selo “Suplemento ao Diploma” outorgado pela Comissão Europeia, em reconhecimento da excelência na sua aplicação.

“A cerimónia oficial de atribuição deste selo de qualidade, para o período 2010-2013, terá lugar em Antuérpia, no dia 5 de Outubro, no âmbito da Conferência de Mobilidade promovida pela presidência belga da União Europeia.
O selo “Suplemento ao Diploma” atesta a capacidade de uma instituição emitir, de forma automática e gratuita, o Suplemento ao Diploma, numa língua amplamente falada na Europa para qualquer titular de uma qualificação de ensino superior, segundo o modelo elaborado pela Comissão Europeia, Conselho da Europa e UNESCO.
O Suplemento ao Diploma é emitido pela UBI desde 2004, conjuntamente com as Cartas de Curso/Magistrais e Doutorais, e descreve a natureza, o nível, o contexto, o conteúdo e o estatuto dos estudos seguidos e concluídos com sucesso, tendo em vista promover a transparência e o reconhecimento das qualificações, facilitando a mobilidade e empregabilidade dos diplomados preconizadas pelo Processo de Bolonha.
A obtenção do selo “Suplemento ao Diploma” insere-se na estratégia definida pelo Plano de Acção do Reitor para 2009-2013, no âmbito da implementação de uma cultura da qualidade na UBI.”

via urbietorbi

WebRun @ DI – UBI

5 de Julho de 2010

Um Funeral à Chuva – Estreia

2 de Junho de 2010

“Um funeral à chuva” foi gravado na Covilhã em apenas 2 meses e é a primeira longa metragem de Telmo Martins. A história baseia-se na vida de 7 amigos, antigos estudantes da Universidade da Beira Interior, que se voltam a reunir 10 anos depois por causa da morte de um deles. Vejam o trailer:

SINOPSE: “Zé é hoje professor universitário. Marco, um famoso cronista de viagens. Rui é empregado num clube de vídeo e namora com Vasco. André tenta viver da música que faz e a sua irmã Susana é uma Engenheira bem-sucedida. Diana queria ser actriz, mas tornou-se um dos rostos da televisão nacional, graças ao concurso que apresenta. Em comum, têm o facto de terem partilhado a mesma experiência académica e os 10 anos de separação que prevalecem desde o momento em que saíram da Covilhã. No dia em que João (João Ventura), amigo comum de todos desde os idos tempos universitários, falece, todos terão que responder ao repto que este lançou enquanto últimos desejos – que fosse enterrado na Serra da Estrela e que o grupo de antigos colegas se reunisse no dia do funeral, para que imortalizassem o momento. Mas como conseguirão os membros do grupo fazer justiça ao desejo de João neste reencontro forçado? Como recuperarão as memórias de um colega que não primou por evidenciar o seu protagonismo? E, acima de tudo, que peso terão os 10 anos que os separam?”

cinema.sapo.pt

Imagine Cup 2010 – Projecto Volt

26 de Maio de 2010

UBI novamente em segundo lugar!

“O futuro passa pelos automóveis eléctricos equipados com sistemas de navegação. Quatro alunos da UBI desenvolveram agora um sistema, já adaptado às novas potencialidades, que permite fazer a gestão das viagens nestes veículos, o seu reabastecimento e as possíveis poupanças de tempo para o utilizador. Um sistema que conseguiu o segundo lugar no concurso Imagine Cup, promovido pela Microsoft.
Até 2011 Portugal irá ter uma rede de 1300 postos de carregamento de carros eléctricos. Segundo as projecções estatais nesta matéria, a comercialização de veículos eléctricos de preços acessíveis, será também uma das apostas pioneiras a curto prazo.
Foi a pensar num conjunto de novas utilizações que quatro estudantes de Engenharia Informática da UBI desenvolveram um programa de gestão e interligação para os novos veículos eléctricos. Uma investigação que concorreu com algumas centenas de projectos ao Imagine Cup, um desafio lançado pela Microsoft, e conseguiu o segundo lugar nacional.
Luis Matos, um dos estudantes e autores deste projecto começa por explicar que o trabalho “está baseado na tecnologia do carro eléctrico. Um dos objectivos deste desafio passa por proporcionar novas experiências através deste meio de transporte, de forma a torná-lo mais atractivo”. Para tal, os quatro alunos Pedro Querido, Luis Matos, Micael Adaixo e Mário Pereira, desenvolveram uma aplicação informática que é instalada quer no computador de bordo do automóvel, quer no computador pessoal do condutor e no telemóvel. Todos estes aparelhos estão interligados e permitem ao utilizador o planeamento de rotas e a execução das diferentes operações do automóvel.
“Imagine-se que estamos na nossa casa, na Covilhã e necessitamos de viajar no nosso carro eléctrico, até Lisboa. Este automóvel tem uma determinada autonomia que muito provavelmente irá ser esgotada ao longo do trajecto, o que levanta algumas questões, como onde recarregar as baterias do carro, quais as alternativas, o que fazer durante o tempo em que o automóvel está a carregar, entre outras coisas”, adianta Luís Matos.
Tudo isto está já pensado pelo “Volt”, o software desenvolvido na UBI. Um programa que trabalha em função da nova rede de postos de carregamento deste tipo de veículos, “Mobi.e”.
O utilizador está em sua casa e planeia a sua rota, um trajecto que é maior que a autonomia do veículo. “Aquilo que o sistema vai fazer é programar o tempo total de viagem, a melhor rota e também calcular quando e onde parar”, explica Pedro Querido. Um sistema que funciona de uma “forma bastante futurista e eficaz”, que tem sempre por base as necessidades do seu utilizador. Esta ferramenta não funciona apenas para trajectos de viagens longas, mas também para a utilização quotidiana, uma vez que, “com a informação que tem quer dos postos de abastecimento, quer de um vasto leque de serviços, o condutor pode descobrir rapidamente um restaurante, uma farmácia, um outro serviço que está perto da sua localização. Enquanto o seu automóvel está a carregar as baterias, o proprietário pode estar a tratar de diversos assuntos ou a ocupar o seu tempo em diversas actividades”, adiantam.
Nesse sentido, o modelo está ainda programado para atribuir um valor acrescentado ao utilizador. “Imagine-se que um posto de energia fica próximo de uma superfície comercial. O sistema pode ter protocolos com os vários comerciantes e os seus utilizadores, por estarem a carregar as suas baterias junto àquela superfície têm direito a descontos em lojas, ou a um desconto em restaurantes, etc.”, diz Luis Matos.
Já Mário Pereira prefere destacar o facto dos utilizadores do automóvel poderem ter acesso constante à Internet “e a uma espécie de loja virtual onde podem ser adquiridos serviços como filmes, informações sobre produtos, cidades e todo um conjunto de diversas informações”.
Um dos grandes propósitos deste sistema integrado, para além da interligação entre o automobilista e um conjunto diverso de serviços passa também por incentivar as pessoas a utilizarem carros eléctricos, “que pensamos nós, serem o futuro dos transportes”, acrescentam os jovens estudantes.”

Via UrbietOrbi

UBI – Benção das Pastas 2010

5 de Maio de 2010

Ainda nem sei se e quando vou embora, mas já tenho saudades… É já no fim desta semana que solenemente me despeço da Universidade da Beira Interior. Foi aqui que aterrei de pára-quedas e foi por aqui que permaneci durante algum tempo da minha vida. E tenho a dizer que isto aqui é pior que o Entroncamento. Acontece de tudo… 😉 Do verdadeiro espírito académico, às muitas horas perdidas (ganhas) de estudo, stresses, angústias, peripécias, partilha, noites, farras, bons momentos… Foram “anos de estudante, que guardo com saudade, Foram momentos de prazer que jamais poderei esquecer”, já dizia a Desertuna. É claro que a minhas cadeiras favoritas sempre foram as cadeiras do bar. E na biblioteca os concursos de “shiiiuuss” sempre ficaram marcados… Mas pronto… Tudo tem o seu fim :(.
Obrigado a todos os que me aturaram e que contribuíram para a minha formação. Aos meus amigos mais directos (cambada de Nerds), força aí, “vocês conseguem”. Lembrem-se de mim quando forem patrões de uma PT lool. Ok, e só porque são dias de festa, podem gozar um bocadinho com o iDi@s Blog :p. À melhor malta da UBI (logicamente Eng.ª Informática), a guerra continua e a Latada sempre será nossa! Para o ano é que é :). Aos colegas Ubianos, estejam descansados porque o iDi@s Blog “jamé” morrerá para a Covilhã. Os seus discípulos já andam por aí espalhados =).
Sibéria, até sempre… (palmas)
Obrigado, obrigado!

PS – Acalmem aí os horses, que eu ainda não vou já! lool

Olho p’ro céu e recordo
O meu tempo de estudante,
Foram anos de loucura
Que vou recordar com ternura.
E ao festejar esta semana
Sinto a tristeza na alma,
Levo saudade,
Desta cidade
Que me acolheu com bondade.

Refrão:
E quando um dia me lembrar
Da minha universidade,
Dos anos de estudante
Que guardo com saudade.
Foram momentos de prazer
Que jamais poderei esquecer,
Levo comigo esta canção
Que a Desertuna me deixou no coração.

E as lágrimas que hoje choro,
Tanto me fazem sofrer,
O tempo passou tão depressa
Nesta vida de prazer,
E agora tudo acabou
E só me resta recordar…

UBI atribui Honoris Causa a António Guterres‎

31 de Março de 2010

“A universidade da Beira Interior (UBI) decidiu entregar a António Guterres a mais alta distinção académica atribuída por uma universidade, o doutoramento Honoris Causa. António Guterres recebe o título de Doutor Honoris Causa pela universidade da Beira Interior. A universidade distingue com este grau personalidades eminentes de reconhecido mérito que se distingam nos diferentes domínios ou que tenham contribuído para o engrandecimento de Portugal e da universidade em particular.
António Guterres foi Primeiro-Ministro de Portugal entre 1996 e 2002, e no exercício deste cargo contribuiu para a aprovação da criação da faculdade de ciência da saúde da UBI “ o seu contributo para este projecto é exemplo marcante do seu empenho no desenvolvimento de Portugal e em concreto do interior”, refere a universidade da Beira Interior. Desde 2005 é alto comissário da ONU para os refugiados, contribuindo para a “afirmação de Portugal no Mundo”.
Em comunicado, a UBI afirma-se orgulhosa de reconhecer o mérito e a obra de António Guterres e “ o seu contributo para o desenvolvimento social e económico e o alívio da pobreza, em Portugal e no Mundo”.

in rcb

VIII FESTUBI – Festival de Tunas da UBI

25 de Março de 2010

Semana Académica 2010 @ UBI – Covilhã

19 de Março de 2010

Facebook AAUBI

Dias da UBI @ Covilhã

8 de Março de 2010

“Os Dias da UBI são uma iniciativa destinada a divulgar as capacidades e potencialidades da Instituição em termos científicos, técnicos e culturais e constituem uma oportunidade para dar a conhecer o ambiente universitário, através de visitas guiadas aos diversos Departamentos, Centros e ainda a outros sectores como a Biblioteca e o Museu.”

http://diasdaubi.ubi.pt/

XIX Jornadas de Informática @ NINF – UBI

3 de Março de 2010

http://ninf.ubi.pt/jornadas

Portugueses no Espaço

13 de Fevereiro de 2010


Trabalho made in UBI, para a cadeira de mestrado em Engenharia Informática – Animação e Realidade Virtual.
Autoria: Mauro Ferrão

Direcção da AAUBI demite-se! Again…

3 de Fevereiro de 2010

” é oficial… Demissão em bloco da Direcção da AAUBI. Motivos? Não inventem historias, vão à proxima AGA e irão saber o que se passou…Assinado: Marc Martins (Ex-Tesoureiro e Ex-cultural…não eu não acumulei cargos calma!)”

via Facebook


%d bloggers like this: