Posts Tagged ‘engenharia informatica’

Imagine Cup 2010 – Projecto Volt

26 de Maio de 2010

UBI novamente em segundo lugar!

“O futuro passa pelos automóveis eléctricos equipados com sistemas de navegação. Quatro alunos da UBI desenvolveram agora um sistema, já adaptado às novas potencialidades, que permite fazer a gestão das viagens nestes veículos, o seu reabastecimento e as possíveis poupanças de tempo para o utilizador. Um sistema que conseguiu o segundo lugar no concurso Imagine Cup, promovido pela Microsoft.
Até 2011 Portugal irá ter uma rede de 1300 postos de carregamento de carros eléctricos. Segundo as projecções estatais nesta matéria, a comercialização de veículos eléctricos de preços acessíveis, será também uma das apostas pioneiras a curto prazo.
Foi a pensar num conjunto de novas utilizações que quatro estudantes de Engenharia Informática da UBI desenvolveram um programa de gestão e interligação para os novos veículos eléctricos. Uma investigação que concorreu com algumas centenas de projectos ao Imagine Cup, um desafio lançado pela Microsoft, e conseguiu o segundo lugar nacional.
Luis Matos, um dos estudantes e autores deste projecto começa por explicar que o trabalho “está baseado na tecnologia do carro eléctrico. Um dos objectivos deste desafio passa por proporcionar novas experiências através deste meio de transporte, de forma a torná-lo mais atractivo”. Para tal, os quatro alunos Pedro Querido, Luis Matos, Micael Adaixo e Mário Pereira, desenvolveram uma aplicação informática que é instalada quer no computador de bordo do automóvel, quer no computador pessoal do condutor e no telemóvel. Todos estes aparelhos estão interligados e permitem ao utilizador o planeamento de rotas e a execução das diferentes operações do automóvel.
“Imagine-se que estamos na nossa casa, na Covilhã e necessitamos de viajar no nosso carro eléctrico, até Lisboa. Este automóvel tem uma determinada autonomia que muito provavelmente irá ser esgotada ao longo do trajecto, o que levanta algumas questões, como onde recarregar as baterias do carro, quais as alternativas, o que fazer durante o tempo em que o automóvel está a carregar, entre outras coisas”, adianta Luís Matos.
Tudo isto está já pensado pelo “Volt”, o software desenvolvido na UBI. Um programa que trabalha em função da nova rede de postos de carregamento deste tipo de veículos, “Mobi.e”.
O utilizador está em sua casa e planeia a sua rota, um trajecto que é maior que a autonomia do veículo. “Aquilo que o sistema vai fazer é programar o tempo total de viagem, a melhor rota e também calcular quando e onde parar”, explica Pedro Querido. Um sistema que funciona de uma “forma bastante futurista e eficaz”, que tem sempre por base as necessidades do seu utilizador. Esta ferramenta não funciona apenas para trajectos de viagens longas, mas também para a utilização quotidiana, uma vez que, “com a informação que tem quer dos postos de abastecimento, quer de um vasto leque de serviços, o condutor pode descobrir rapidamente um restaurante, uma farmácia, um outro serviço que está perto da sua localização. Enquanto o seu automóvel está a carregar as baterias, o proprietário pode estar a tratar de diversos assuntos ou a ocupar o seu tempo em diversas actividades”, adiantam.
Nesse sentido, o modelo está ainda programado para atribuir um valor acrescentado ao utilizador. “Imagine-se que um posto de energia fica próximo de uma superfície comercial. O sistema pode ter protocolos com os vários comerciantes e os seus utilizadores, por estarem a carregar as suas baterias junto àquela superfície têm direito a descontos em lojas, ou a um desconto em restaurantes, etc.”, diz Luis Matos.
Já Mário Pereira prefere destacar o facto dos utilizadores do automóvel poderem ter acesso constante à Internet “e a uma espécie de loja virtual onde podem ser adquiridos serviços como filmes, informações sobre produtos, cidades e todo um conjunto de diversas informações”.
Um dos grandes propósitos deste sistema integrado, para além da interligação entre o automobilista e um conjunto diverso de serviços passa também por incentivar as pessoas a utilizarem carros eléctricos, “que pensamos nós, serem o futuro dos transportes”, acrescentam os jovens estudantes.”

Via UrbietOrbi

Barbie engenheira informática

16 de Fevereiro de 2010

Apesar de já possuir um CV invejável que vai desde astronauta a médica veterinária a mais famosa boneca de sempre pela sua fina cintura e largas ancas perguntou aos seus seguidores no Twitter e fãns no Facebook qual a nova profissão que devia adoptar e assim surgiu a Barbie engenheira informática.

A nova boneca vem com uns leggins e um túnica de estampado binário em verde-lima. Os acessórios, como não poderia deixar de ser, são no seu preferido cor-de-rosa e são: óculos, relógio, sapatos, computador portátil e Bluetooth headset. via BBC news artigo

EXLEI – Encontro XL de Estudantes de Informática

17 de Setembro de 2009

exlei

http://www.exlei.net

“O Encontro XL de Estudantes de Informática é uma iniciativa conjunta da e2t – Empresa Organizadora da XL Party, LaGE2 – Laboratório de Gestão do Instituto Superior Técnico, NEECT-AAUAV – Núcleo de Estudantes de Engenharia de Computadores e Telemática da Associação Académica da Universidade de Aveiro e do NEEI – Núcleo de Estudantes de Engenharia Informática da Universidade de Évora. Este evento pretende reunir a comunidade estudantil num ambiente informal propício à partilha de conhecimentos e ao convívio.
A EXLEI surge assim da necessidade de assinalar o ano de 2009 com um encontro de âmbito nacional que mantenha vivo o espírito do Encontro Nacional de Estudantes de Informática (ENEI). Procurando fazer a ponte entre o ENEI’08 Aveiro e o ENEI’10, neste momento é a fase de entrega de candidaturas.
O evento terá lugar na Fundição de Oeiras, entre os dias 18 e 20 de Setembro, inserido na vertente de conhecimento da XL Party Oeiras Digital 2009. Será composto por Mesas Redondas, Conferências, Workshops, Demonstrações e Actividades Lúdicas. A vertente de conhecimento do Encontro irá abordar diversas temáticas relacionadas com a área da informática, entre elas destacamos a Programação de Jogos, o “Cloud Computing”, a Interoperabilidade e a Robótica.”

“Prova que não és um Nerd!”

Torneios de Paintball, Matraquilhos, Chiquilho, Sueca… Tara Perdida, Fonzie, Classificados, Quem é o Bob… Parkour, skate, competições de desportos electrónicos, demonstrações de overclocking e modding, simuladores, realidade virtual e formula 1, demonstrações de 3D in games, retroGames, shows de física e astronomia, entre muitas outras novidades…

Rumo a Cuba

7 de Abril de 2008

http://www.rumoacuba.blogspot.com/

«Eu sou o Luis, nasci há 21 anos, na cidade da Covilhã, onde cresci como pessoa.
Nasci sem problemas de saúde e assim vivi a minha infância, cheio de energia, vida, a fazer as traquinices normais de uma criança que crescia em sociedade e estava sempre rodeado de pessoas.

Aos 14 anos tudo aconteceu… dia 27 de Junho de 2000… data que nunca esquecerei e que mudou radicalmente a minha vida.
Acordei normalmente, num belo dia de sol, era o último dia de aulas, estava no 8º ano, nesse dia iriam realizar-se diversas actividades e jogos, precisamente para os alunos festejarem esse último dia de aulas. No decorrer de uma das actividades, a última do dia, e depois de ter participado em todas as outras, ao me levantar para festejar a vitória da minha equipa, senti uma dor fortíssima nas costas… que me impossibilitou de imediato de festejar… ainda me desloquei do campo de jogos até ao polivalente da escola mas, com a ajuda dos amigos, porque a mobilidade já estava afectada e as dores eram fortíssimas.

Com o passar dos minutos, a força dos membros inferiores desaparecia, as dores aumentavam e a entrada no hospital foi de imediato.
Do hospital da Covilhã fui transferido de emergência para o hospital Universitário de Coimbra, onde passei 2 meses e onde tive de “engolir” a minha médica dizer que… “Luis, a tua situação é complicada… não irás voltar a andar para o resto da tua vida…” e tudo se desfez naquele instante… o diagnóstico era uma lesão medular!…

Passados esses 2 meses, e sem mais nada a fazer, fui transferido para o Centro de Reabilitação de Alcoitão, onde prossegui com a adaptação à minha nova situação. Ensinaram-me a fazer as coisas básicas da vida, que antes fazia num piscar de olhos e sem dificuldade. Agora tudo era difícil, tudo era novo, tudo o que existia implicava um obstáculo, que me ensinaram a ultrapassar.(…)»

«(…)Após consultar um médico cubano, para pedir uma outra opinião, ele diz-me que possivelmente estou mal diagnosticado e que não há razão para isto ter acontecido, pelo menos desta maneira.

A opinião dele é que eu devo ir a Cuba para ser elaborado um estudo pormenorizado sobre o que realmente tenho e o que se pode fazer, uma vez que em Portugal não fazem esses estudos convenientemente, com a profundidade e pormenor que a situação exige.

E é aí que reside o problema… para ir uma semana a Cuba, fazer esses testes, são precisos cerca de 3000€ e, sinceramente, eu não tenho esse dinheiro… a minha familia não tem posses para tal encargo.
Não imaginam como me custa pedir isto mas preciso mesmo da vossa ajuda, para poder ir a Cuba, e saber realmente o que tenho e possivelmente voltar a andar, recuperar.

Um pouco entre todos não custa nada, e ajudam-me a mim…
Deixo aqui os meus agradecimentos a todos.»

Faça o seu donativo

  • Transferencia Bancária NIB:0035 0808 00007063300 75
  • Transferencia via Paypal e-mail:rumoacuba@gmail.com

http://www.rumoacuba.blogspot.com/

http://www.ciren.cu/tarifas.htm


%d bloggers like this: